15 de fev de 2011

II CRB da Zona da Mata - Inscrições abertas

O Curso de Realidade Brasileira consiste em uma experiência de organização de movimentos sociais junto das universidades públicas. Já foram mais de 40 em todo Brasil, desde que tivemos a primeira turma, que foi aqui, em Minas na própria UFJF, em 2001.
O curso nasceu da necessidade de se retomar a formação das lideranças de movimentos sociais e também da importância de recuperar os grandes autores que se dedicaram a estudar a formação social, econômica, política e cultural do Brasil, para que assim possamos entender a realidade brasileira contemporânea e intervir nela.
Este curso tem como público alvo lideranças e militantes indicados por movimentos sociais, populares, sindicais, estudantil e pastorais sociais que possam multiplicar os conteúdos do curso com suas bases e trocar experiências com as demais organizações.
Serão ofertadas 80 vagas que consistem no publico diretamente atingido, estes participarão do curso que ocorrerá um final de semana por mês no período de março a dezembro de 2011. Serão disponibilizados textos para estudo e a participação de um assessor especialista em cada tema/módulo.
1- Histórico do Curso de Realidade Brasileira

(baseado no texto da Escola Nacional Florestan Fernandes apresentado na reunião).

Essa não é a primeira turma do Curso Realidade Brasileira. Já foram mais de 40 em todo Brasil, desde que tivemos a primeira turma, que foi aqui, em Minas. Uma parceria do Movimento Consulta Popular, do MST e da UFJF, em 2001.
O curso nasceu da percepção da necessidade de se retomar a formação de quadros/militantes de forma mais sistemática, se voltar a pensar o Brasil e o Projeto Popular, a viabilidade do Brasil nação, suas potencialidades, sua história, cultura, a formação histórica, social, cultural e econômica do seu povo.
Vivemos uma crise provocada pelo capitalismo. Mais do que nunca precisamos retomar a prática do estudo, o despertar da consciência, pensar o Brasil e a organização popular. Pensar um Projeto de sociedade para o Brasil. Mas não partimos do zero. Muito ao contrário. São muitos os e as intelectuais brasileiros (as), hoje amordaçados, renegados e boicotados pelas idéias do pensamento único, restritivo, economicista, opressor.
Neste sentido, queremos ocupar esse espaço na academia, na universidade. Para nos ajudar nessa tarefa, ninguém melhor que os Clássicos Brasileiros, pensadores (as), intelectuais e militantes que interpretaram o Brasil com originalidade, criticidade e profundidade. Orientados pelos ideais de mudança. Pensadores/militantes, renomados, reconhecidos e estudados muito mais fora do Brasil que por nós brasileiros (as): Florestan Fernandes, Celso Furtado, Caio Prado Jr., Ruy Mauro Marini, Darcy Ribeiro, Sérgio Buarque de Holanda, Paulo Freire, Milton Santos e tantos outros e outras.
O primeiro CRB do Brasil ocorreu aqui na UFJF, foi a primeira experiência em âmbito nacional que aglutinou mais de 100 militantes do Brasil inteiro de diferentes organizações, hoje o CRB já se demonstra um curso que possui um acúmulo histórico de suas várias experiências. Em Minas Gerias, além da experiência de Juiz de Fora em 2001, já ocorreram 5 CRB’s, sendo: 2 em Belo Horizonte, 1 em Viçosa, 1 em Diamantina e 1 em Teófilo Otoni.
Ainda está previsto para o início do ano de 2011 mais 4 cursos de Realidade Brasileira: 1 em Lavras (Campo das Vertentes), 1 no Norte de Minas, 1 em Governador Valadares e ainda o nosso que será a 2° Curso de Realidade Brasileira da Zona da Mata.
2 – Objetivos

- Estudar a realidade sócio-histórica (econômica, política, cultural) do Brasil, através dos principais pensadores brasileiros.
- Formar lideranças/educadores para que estes contribuam para a elevação do nível de consciência da base de suas organizações.
- Contribuir para a articulação entre os movimentos e organizações sociais da Zona da Mata mineira e o fortalecimento das lutas em nossa região.
- Favorecer a articulação entre a sociedade e a universidade
3 - Princípios

1. Princípio da ação política e da luta de classes
2. Princípio da organização política
3. Princípio da disciplina consciente
4. O princípio da coerência
5. O princípio da Coordenação Coletiva
6. O princípio da divisão de tarefas
7. O princípio do cuidado com os símbolos e com a mística
8. O princípio do respeito e do cuidado com a vida
9. O princípio da autogestão

4 - Público Alvo

Serão oferecidas 80 vagas para lideranças e militantes indicados por movimentos sociais, populares, sindicais, estudantil e pastorais sociais que possam multiplicar os conteúdos do curso com suas bases e trocar experiências com as demais organizações. Serão respeitados os critérios de diversidade de gênero e de organizações.

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES: http://crbzonadamata.webnode.com.br/

Um comentário:

Anônimo disse...

tres interessant, merci